Kiss‘ Gene Simmons verdoppelt seine Unterstützung für Bitcoin

Gene Simmons, Mitbegründer der legendären Rockband Kiss, steckt Statistiken ab.

Als Antwort auf einen Tweet des Gemini-Mitbegründers Tyler Winklevoss vom 15. September, in dem es darum ging, Menschen, denen das Wahlrecht entzogen wurde, in Kryptographie zu versetzen, twitterte Simmons lapidar und zweideutig: „Das werde ich. Ich bin.“

Gene Simmons, Mitbegründer der legendären Rockband Kiss, steckt Statistiken ab

Als Antwort auf einen Tweet des Gemini-Mitbegründers Tyler Winklevoss vom 15. September, in dem es darum ging, Menschen, denen das Wahlrecht entzogen wurde, in Kryptographie zu versetzen, twitterte Simmons lapidar und zweideutig: „Das werde ich. Ich bin.“

Ein Vorläufer für Simmons‘ Umarmung von Profit Secret war ein Forbes-Interview 2012, in dem die Rocklegende die Regierung kritisierte, weil sie zu viel Einfluss auf die Wirtschaft ausübe:

„Ich glaube an Angebot und Nachfrage. Ich glaube nicht, dass die Regierung ihre Nasen in den Aufstieg und Fall der Wirtschaft stecken sollte. Ich glaube nicht an das Wohlfahrtssystem, ich glaube an das Beschäftigungssystem“.

Sterngeschlagene Bitcoiners

Innerhalb einer Woche trat Simmons als Bitcoiner zusammen mit dem prominenten politischen Kommentator Van Jones und dem CNBC-Veteran Jim Cramer auf.

Winklevoss merkte an, dass viele erfolgreiche Leute jetzt bei Bitcoin und Ethereum einsteigen:

„Wenn Sie das nicht sind, müssen Sie sich fragen, was wissen Sie, was Jim Cramer, Gene und Paul Tudor Jones nicht wissen?

Anfang des Jahres interessierte sich auch die Harry-Potter-Autorin J. K. Rowling ganz beiläufig für Bitcoin, aber die Gemeinde ärgerte sie so sehr, dass sie Ethereum auf die schönste Art und Weise unterstützte.

Recapitulação semanal da Cryptocurrency Recap: Bitcoin e Ethereum falham em quebrar acima da resistência

Algumas horas antes da abertura semanal do Bitcoin, o preço caiu.

Bitcoin se recupera, mas falha em quebrar acima de $12.000

A principal moeda criptográfica do navio levou 13,69% de queda, passando de uma alta de $12.154,25 para uma baixa de $10.490 em 30 minutos. O impulso de baixa causou a liquidação de mais de $1 bilhão de dólares de contratos futuros de BTC através de múltiplas bolsas de derivativos criptográficos dentro da indústria.

Como a segunda-feira, 3 de agosto, começou com o comércio de Bitcoin Formula a $11.080,70, muitos participantes do mercado temiam uma nova queda. Entretanto, parece que os investidores marginalizados aproveitaram os preços baixos para voltar ao mercado. O pico na demanda pela moeda criptográfica pioneira aumentou em 3,63% para uma alta intradiária de $11.483.

Esta barreira de preços foi forte o suficiente para rejeitar a BTC de avançar ainda mais, o que desencadeou uma correção que se estendeu ao longo do dia seguinte. Às 12h00 UTC do dia 4 de agosto, a Bitcoin tinha recuado 3,99% em relação ao pico, atingindo um mínimo de $11.025. Um número significativo de ordens de compra foi preenchido em torno deste nível de suporte e permitiu que esta moeda criptográfica ressonasse.

Embora os preços tenham conseguido recuperar parcialmente, uma nova tendência de alta começou em 5 de agosto. Bitcoin entrou em um comício de touro neste dia que enviou seu preço acima de 7,30%. Dois dias mais tarde, a moeda criptográfica do Bellwether estava tendo como objetivo a zona de resistência de $12.000 à medida que seu preço subia para uma alta de $11.916.02. Esta enorme barreira de fornecimento foi capaz de resistir, mais uma vez, fazendo com que ela recuasse quando a semana chegava ao fim.

A rejeição viu o Bitcoin fechar na sexta-feira, 7 de agosto, a $11.596,26, aproximadamente 2,40% mais baixo do que a alta semanal. A ação de preços observada durante toda a semana de 3 de agosto proporcionou aos investidores um retorno positivo de $4,65%.

A resistência maciça rejeita o Ethereum de avançar mais

Assim como Bitcoin, o Ethereum também viu seu preço cair no dia 2 de agosto. A queda foi bastante significativa, pois o gigante dos contratos inteligentes caiu 21,51%. Seu preço passou de uma alta de US$ 415 para uma baixa de US$ 325,75 em um curto período de tempo. Independentemente disso, Ether foi capaz de se recuperar rapidamente e abrir na semana de 3 de agosto a $372,19.

Como especulação em torno do lançamento do testnet do ETH 2.0, a segunda maior moeda criptográfica por tampa de mercado começou a semana com o pé direito. Após a abertura semanal, as ordens de compra começaram a se acumular permitindo que seu preço subisse mais de 8,45%. Em 4 de agosto, o Ethereum estava negociando a $403,64, mas o lançamento do testnet da Medalla serviu como um evento de „venda da notícia“.

De fato, o Ether parece ter superado este nível de preço com uma correção de 5,69% seguida. O nível de suporte de $380 foi capaz de se manter, o que enviou a ETH de volta para cima. No dia seguinte, este altcoin foi capaz de fazer uma alta maior de $408, mas alguns investidores decidiram realizar lucros a este nível de preço. Os altos níveis de pressão de venda foram suficientemente significativos para que o Ethereum entrasse em uma tendência descendente durante o resto da semana.

Na sexta-feira, 7 de agosto, a ETH havia recuado mais de 11% para atingir um mínimo semanal de US$362,88. Quando a semana chegou ao fim, o Ethereum foi capaz de recuperar algumas das perdas sofridas e fechou em 376,18 dólares. Os investidores conseguiram arranhar um retorno semanal de 2,03% apesar da ação volátil dos preços observada durante a semana.

Sentado em um Ponto Pivotal

Embora o Bitcoin e o Ethereum não tenham conseguido se desenvolver durante a última semana, nem tudo está perdido. As duas maiores criptos por limite de mercado ainda têm um potencial significativo de ganho quando se considera a tendência de alta que algumas moedas de limite inferior entraram. Sob a premissa de que o mercado de moedas criptográficas está altamente correlacionado, pode ser apenas uma questão de tempo até que o BTC e o ETH atinjam novos máximos anuais.

Independentemente disso, a perspectiva de baixa ainda não pode ser omitida. A bitcoin parece estar formando um padrão diamantado em seu gráfico de 4 horas que tem 60% de chance de quebrar. Se o BTC perdesse o suporte de 11.500 dólares, ele poderia cair para 9.200 dólares. A venda provavelmente traria o Ethereum para baixo, empurrando seu preço para perto de US$ 300.